Assuma os cabelos brancos de vez

Renata Souza, especialista em tratamentos capilares naturais e o tricologista Alberto Cordeiro sugerem quatro passos para assumir os cabelos brancos e encarar o processo de transição.

Cabelos brancos são lindos e facilitam muito a vida de todo mundo, porque não precisamos mais ficar refém da tintura, porém é inegável que demanda cuidados, não só com as madeixas como também com quem as carrega. Isso mesmo, os cabelos brancos costumam envelhecer as pessoas e se não tiver uma certa vaidade, andar com o cabelo arrumado e um pouco de maquiagem, a aparência não fica legal.

Assumir os cabelos brancos pode parecer complicado, não só pelo abandono da tintura – o período de transição é difícil -, mas, também, pelas mudanças causadas na estrutura dos fios como, por exemplo, a tendência maior ao ressecamento. Renata Souza, especialista em tratamentos capilares naturais do SpaDios, e o dermatologista especialista em tricologia Alberto Cordeiro sugerem quatro passos para encarar o processo de transição de forma mais leve e tranquila.

  1. Entenda o processo

“Os cabelos brancos surgem pelo próprio envelhecimento do couro cabeludo. Com o passar dos anos, o stress oxidativo vai aumentando a formação de radicais livres, fazendo com que os fios também envelheçam, formando a canice, que é o termo técnico para cabelo branco”, explica Alberto, que complementa que os cabelos brancos tendem a ser mais grossos, menos flexíveis, e, por isso, mais ressecados.

  1. Tenha paciência

O processo de embranquecimento dos fios leva tempo e pode durar anos até o total crescimento do cabelo grisalho. “A transição requer paciência, pois o seu crescimento inicia da raiz e pode durar cerca de cinco anos, dependendo do comprimento dos cabelos”, conta Renata, que estará com sua equipe de profissionais em Belo Horizonte, em parceria com o Jardim Spa, nos dias 3 e 4 de dezembro.

  1. Transforme seu visual

Uma das soluções possíveis para que a transição seja mais rápida é o corte dos comprimentos dos fios. “Além, da uma transformação na imagem, é uma forma prática que garante um visual mais uniforme no crescimento dos fios brancos”, sugere Renata.

  1. Aposte em tratamentos personalizados

Para o combate ao ressecamento, os tratamentos recomendados são a Infução e o tratamento à base de Aminoácidos. Na combinação dos tratamentos, o primeiro passo é aplicar um blend de ervas, minuciosamente escolhidas, em toda a extensão dos fios e couro cabeludo. Depois, é utilizado um creme exclusivo, rico em colágeno e silício orgânico. Por fim, o tratamento à base dos aminoácios repõe o que organismo deixa de produzir com o passar do tempo, regulando o pH e fechando as cutículas capilares.

Serviço:
SPA Dios Viaja – Edição Belo Horizonte
Local: Jardim Spa
Endereço: Rua Bernardo Guimarães, 338, Cidade Jardim
Telefone: (31) 3292-1380

Cabelos mais bonitos enquanto dorme

Wnaderly Nunes / Divulgação

Sono da beleza existe mesmo. É possível dormir e acordar com o cabelo lindo. Veja as dicas do cabeleireiro Wanderley Nunes.

Wanderley Nunes é paranaense, mas atua em São Paulo. Com mais de 35 anos de carreira, ele se divide entre as sete unidades do Studio W, Por suas mãos já passaram Gisele Bündchen, o cantor Bono Vox, Cláudia Raia, Guilhermina Guinle, Rodrigo Santoro, o jogador Kaká, sem contar as mais de mil caracterizações de personagens para novelas da Rede Globo.

Com todo este currículo – e olha que não citei os prêmios internacionais que ele já recebeu –, não podemos desprezar as coisas que ele fala.  Segundo o cabeleireiro, existe o sono da beleza. Você dorme e acorda linda, bom, pode até não ser linda, mas com os cabelos em looks bárbaros, dignos de capa de revista.

Veja as dicas de Wanderley:

1) Leave-in noturno

“Além de poderoso, o leave-in também é bem versátil e hoje dispõe de versões especiais para o tratamento noturno. De ação sem enxágue, ele deve ser aplicado nas pontas e no cabelo seco ou úmido (neste caso, não se esqueça de secá-lo antes de dormir, ok?). A promessa é de fios mais macios, tratados e disciplinados logo na hora de acordar”.

2) Ondas dos sonhos

“Um truque ótimo e que sempre ensino para minhas clientes é fazer um coque alto no topo da cabeça logo antes de ir dormir. É só aplicar um sérum e torcer levemente os fios secos e fazer o coque bem alto, prendendo com um elástico encapado com tecido.  No dia seguinte, ao acordar, basta soltar com os dedos e pronto: ondas de revista em um cabelo definido e hidratado. Mais prático, impossível”.

Esse eu não posso nem tentar, minha cabeça é pra lá de dolorida. Se dormir com cabelos presos com certeza vou acordar com uma baita enxaqueca. Cuidado que tem o mesmo problema que eu.

3) Truque da trança

“Outra maneira prática para conseguir cabelos com efeito de praia logo de manhã é lavar e secar os fios antes de ir dormir, dividir a raiz do cabelo ao meio e fazer duas tranças, uma de cada lado, prendendo com um elástico de algodão. No outro dia, você acordará com um ondulado suave e natural, super em alta.

Com esses truques simples, já é possível economizar um bom tempo e, de quebra, ainda conseguir fios mais bonitos. Lembre-se sempre de nunca ir para a cama com fios molhados (já que pode ser prejudicial ao couro cabeludo) e evitar ao máximo usar grampos e elásticos de borracha no cabelo na hora de dormir, já que podem quebrar e danificar os fios”.

#fica a dica

Isabela Teixeira da Costa

Uma pitada de açúcar nos cabelos

piatanShampoos agora usam açúcar e quinoa para a saúde dos cabelos.

Ao lavar os cabelos não pensamos muito na tecnologia inovadora que está por trás dos produtos utilizados. Pelo que me recordo, a única preocupação é saber se tem ou não sal nos shampoos e para que tipo de cabelo ele serve. Os ativos presentes nos produtos de cuidados capilares têm buscado atender às necessidades das pessoas levando em consideração não apenas a performance, mas também o cuidado com a saúde e também com o meio ambiente.

Um dos mais recentes é o GlucoTain Care, um tensoativo à base de açúcar que está sendo utilizado pela primeira vez no Brasil nos shampoos da Piatan Natural, marca goiana de produtos naturais e sustentáveis.

Produzido na Europa pela Clariant, uma das empresas líderes mundiais em especialidades químicas, o GlucoTain Care é um tensoativo inovador com uma espuma macia e cremosa que proporciona suavidade, condicionamento e hidratação aos fios. Ele também suaviza as cutículas capilares e facilita o desembaraço e o penteado dos cabelos. “O tensoativo limpa de forma eficaz e delicada, respeitando a natureza dos cabelos. Por promover uma limpeza cuidadosa e que não prejudica os fios, o GlucoTain Care mantém as proteínas e vitaminas que dão brilho e maciez aos cabelos”, explica a farmacêutica Paola Patriarca.

Além de serem os primeiros produtos no Brasil a usarem o GlucoTain Care, os shampoos da Piatan promovem a limpeza suave dos fios através de outros ativos naturais e inovadores, como a saponina de quinoa, um componente natural obtido da quinoa. “Em combinação com os demais ativos naturais que estão presentes nos produtos, a saponina de quinoa promove uma limpeza delicada e eficaz”, afirma Paola.

Por ser derivado do açúcar, o GlucoTain Care é biodegradável e extremamente renovável. Além disso, ele não contém sulfato, substância presentes na maioria dos shampoos e que pode ser agressiva se não estiver bem balanceada na formulação. “A maioria dos shampoos comuns contém várias substâncias químicas para promover a limpeza dos fios, incluindo o sulfato. Embora o tensoativo a base de sulfato possua um poder de limpeza alto, ele pode ser agressivo se não estiver bem balanceado na formulação. Isso vai contribuir para o ressecamento excessivo dos fios, fazendo com que os cabelos fiquem ásperos e sem vida”, diz a farmacêutica.

Salvar

Cuidados com os cabelos no verão

cabeloveraoO calor do verão pode ressecar, quebrar e danificar os fios.

Os dias quentes castigam não só a pele, mas também os cabelos, que sofrem com ressecamento, enfraquecimento e queda. Afinal, ninguém consegue enfrentar esse calorzão sem aproveitar todas as oportunidades para ir à praia ou à piscina – cada faz o que pode –, mesmo porque muitos estão de férias e viajam neste período.

O sol, a água do mar e o cloro da piscina são bastante prejudiciais e quase ninguém lembra de passar filtro solar próprio para os fios de cabelo – muita gente acha que é bobagem –, e não protegem os cabelos com bonés e chapéus.

A médica tricologista, especialista em cabelo, Cristiane Câmara Alves, alerta para a importância de manter o couro cabeludo sempre limpo. ”No verão, o suor, o calor e a umidade podem facilitar problemas como seborréia e caspa. E a melhor maneira de evitar essas doenças é manter a boa higienização do couro cabeludo, além de reduzir a queda.”

Segundo Cristiane, enxaguar bem os cabelos após sair do mar e da piscina também evita danos aos fios causados pelo sal da água do mar e por elementos usados para o tratamento da água da piscina. Nada como uma ducha, se não tiver um chuveirão ao alcance, jogue um pouco de água, mesmo que vá gastar uma água mineral, pode ser um gasto compensador.

Não só a pele deve ser protegida todos os dias com filtros solares adequados, mas é preciso proteger também os cabelos das radiações solares. “As radiações solares, além de causarem danos à nossa pele, também agridem de forma intensa os fios, deixando-os mais fracos, quebradiços e sem vida. Vale usar bonés, chapéus e produtos sem enxágue que tenham filtro de proteção solar’’, explica a médica. Outro erro muito comum é amarrar os cabelos ainda molhados e mantê-los presos por muito tempo. ‘’Cabelos úmidos ficam mais frágeis e o hábito de prendê-los ou de amarrá-los poderá acarretar em danos à estrutura dos fios’’.

Dicas importantes para fortalecer os cabelos:

  • Alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais;
  • Evitar o estresse;
  • Praticar exercício físico com regularidade, para melhorar a circulação sanguínea o que fortalecerá os cabelos.

Cristiane Câmara Alves é médica graduada pela Unifenas, tem curso de Transplante Capilar no Instituto Bauman Medical Group, nos Estados Unidos. Atualmente atende na Clínica Pampulha ao lado do médico Júlio César Alves.

Isabela Teixeira da Costa

Cabelos da moda

295795_646228_tendencias_2017_web_Veja qual a moda para os cabelos nesta primavera-verão 2017.

As misturas de tons e mechas finas é vai se ver nos cabelos na primavera-verão de 2017, segundo Andreia Souza, técnica de beleza da Condor. Os cortes serão assimétricos, independente se a opção for curto médio ou longo, e de preferência com franja. Apesar de toda essa democracia de estilos, o mais importante é saber escolher o estilo que combina mais com o seu rosto.

Não esqueço uma vez que fui cortar cabelo sozinha. Tinha uns 17 anos e era muito tímida nesta época – podem acreditar –, assentei na cadeira e só pedi uma coisa, não quero franja, porque não fico bem. Para dizer a verdade, fico medonha de franja. Meu cabelo era muito liso na época e o cabeleireiro – o melhor da época em BH –, cortou em estilo oriental com franja. Não consegui falar nada, as lágrimas brotaram dos meus olhos. Ele ficou desapontadíssimo. Saí de lá arrasada e horrorosa. Passei meses usando arco para tirar a franja. Nunca mais pus meus pés naquele salão.

Por isso é importante saber o que nos cai melhor e não aceitar que façam o que quiserem com a gente. Os cortes da temporada são: curto assimétrico, Long Bob ou Chanel de bico que tem comprimento médio e o longo.

O curto assimétrico é aquele estilo desconectado, mais curto de um lado do que do outro, o queridinho das famosas e das descoladas. O corte permite franja lateral que dá um ar ainda mais despojado ao visual. Para quem que o curtinho deve saber que em cabelos lisos o corte fica bem evidenciado, mostrando a irregularidade dos fios; já nos cacheados, não pode ser feito com navalha. Para as mais baixinhas e as de rosto redondo, o ideal é cortar na altura do queixo e pescoço.

Os cortes de comprimento médio, o famoso ‘Long Bob’ ou Chanel de bico, é sofisticado, nunca sai de moda. Uma ótima opção para quem quer mudar sem radicalizar. O comprimento do Long Bob é de cerca de três ou quatro dedos abaixo dos ombros. Versátil, combina com todos os tipos de rostos e estilos.

Quem não abre mão de usar cabelos longos, a pedida para esta estação é cortar em camadas, repicar ou desfiar para ficar mais leve e despojado. Quem gosta de franja está feita, porque o modelo está em alta, tanto na versão tradicional quanto lateral.

O dourado está de volta e, para não errar, a dica é deixar as pontas mais douradas e a raiz mais clara. Para iluminar o visual, mechas finas na cor bege, mel, caramelo, combinam com o verão. Segundo Andreia Souza, o sucesso mesmo ficará por conta do Strawberry Blonde, um mix de cores ruivo/loiro.

Rabo de cavalo, trança e coque são os penteados que vão gritar alto na primavera-verão 2017. Use e abuse.

Isabela Teixeira da Costa

Receitas caseiras contra queda de cabelos

babosa
Babosa ou Aloe vera

Existem vários remédios caseiros contra queda de cabelos.

Ontem escrevi sobre cuidados com os cabelos e dei dicas de como evitar a queda dos cabelos. No fim do texto disse que hoje daria algumas receitas caseiras contra a queda. Fiz uma pesquisa e aqui vão algumas sugestões que vão desde soluções, cremes e chás para aplicar no couro cabeludo até alimentos e chás para beber. Escolha o de sua preferência ou exagere na dose e faça de tudo, assim fica garantido que algum, com certeza dará resultado.

Não testei nenhum deles, mas farei uso, pois estou precisando. Há algum tempo meus cabelos vem sofrendo de uma queda além do normal. Apesar de tantas opções, o certo mesmo é, primeiro de tudo, procurar um médico em caso da perda de cabelos estar muito acentuada.

Para evitar a queda

– Limpar o couro cabeludo com sucos naturais. Esfregar o couro cabeludo com um suco de alho, suco de cebola ou suco de gengibre. Deixe agir durante a noite e lave-o bem de manhã.

– A ação antioxidante do chá verde ajuda no crescimento dos fios. Aplique o chá verde morno no couro cabeludo e deixe por uma hora. Depois enxague. O chá verde contém antioxidantes que impedem a perda de cabelo e estimula o crescimento dos fios naturalmente.

– Enxague o cabelo com água de batata. Cozinhe as batatas na água e acrescenta alecrim. Depois de ferver por 15 minutos, coe o líquido e use-o diariamente, passando nos cabelos e deixando agir por 10 a 15 minutos, depois lave normalmente.

Chá de urtiga
Chá de urtiga

– Enxaguar o cabelo, depois da lavagem normal, com chá de urtiga é muito bom.  Esta planta é usada como um tônico capilar. Folhas de urtigas estão disponíveis em lojas de alimentos saudáveis. Beber o chá também é bom

– Se já estiver começando a ficar calvo, uma boa solução é tomar os comprimidos de sílica mineral. Sílica ajuda no crescimento dos cabelos e das unhas. Certifique-se de que você siga a dosagem recomendada na bula.

– Quebre um ovo sobre seu cabelo, massageie bem, enxague bem. Ovo é proteína, ele cobre o cabelo e vai ajudar a dar mais vida ao couro cabeludo.

– Uma loção de manjericão é geralmente um dos bons remédios caseiros para queda de cabelo em geral.

 

Remédios caseiros para aplicar, contra a queda

Loção de quina

Ingredientes

Casca de quina ou murta-do-mato
Cachaça
Sal

Modo de preparo

Misture cachaça, sal e casca de quina. Passe no couro cabeludo massageando. Deixe agir por alguns minutos ee nxague com água morna.

Creme de babosa

Ingredientes
1 folha de babosa ou Aloe Vera (é a mesma planta)
1/2 copo de água

Modo de Preparo

Bata no liquidificador e depois aplique um pouco em todo couro cabeludo, com um pedaço de algodão. Deixe agir por 24 horas e depois lave o cabelo normalmente. Não ponha touca.

Confrei
Confrei

Loção de confrei

Ingredientes:

1l de Bepantol B12
500ml de álcool de cereais
1/2l de chá de confrei

Modo de preparo

Misture os ingredientes e aplique diariamente, depois de lavar os cabelos.

Xampu caseiro

Ingredientes

30 gotas de óleo essencial de alecrim
10 gotas de óleo essencial de tomilho
250ml de xampu neutro sem perfume
10 gotas de óleo essencial de lavanda

Modo de preparo

Misturar o xampu neutro aos óleos essenciais em uma garrafa plástica limpa. Aplicar um pouco da mistura no couro cabeludo, duas vezes por semana, massageando suavemente. Deixe agir por três minutos e enxague com bastante água fria. Use condicionador apenas nas pontas.

 

Chá de folha de amoreira

Ingredientes

1 xícara de água
2 colheres de sopa de folhas de amoreira picadas

Modo de preparo

Faça um chá com as folhas de amoreira e deixe em infusão até esfriar. Coe e aplique no couro cabeludo, três vezes por semana. Massageie e deixe agir por 30 minutos, depois lave normalmente. Atenção: Não tome sol durante o uso deste chá.

Chá de jaborandi

Faça um chá de três colheres de chá de folhas trituradas de jaborandi. Depois que ferver cerca de cinco minutos, desligue e deixe tampado por mais dez minutos. Destampe e deixe esfriar. Aplique no cabelo como uma loção. Use três vezes por semana. Este chá também pode ser bebido.

Para beber

Existem vitaminas que atuam muito bem contra a queda dos cabelos e são importantes que sejam consumidas. Entre elas estão a H, a B5 (levedura de cerveja, gérmen de trigo), a A (peixe, vegetais verdes) e E (soja, nozes). O ideal é consumir estes alimentos ou suplementos vitamínicos que as tenham.

As sementes também são muito boas para evitar a queda de cabelo.

Chá de manjericão

Misture o majericão, a tanchagem e chapéu-de-couro picadas. Ferva um litro de água. Assim que levantar fervura, adicione três colheres de sopa das ervas misturadas. Desligue o fogo, deixe em infusão. Depois que esfriar, coe e tome de duas a três xícaras por dia.

Chá de cebola

Coloque uma xícara de água para ferver. Quando levantar fervura, adicione cascas secas de cebola e deixe que ferva por alguns minutos. Espere amornar e coe a bebida. Para o gosto ficar um pouco mais agradável, adicione uma colher de chá de mel ou açúcar mascavo. Beba até três vezes ao dia. Se preferir, troque as cascas secas por pedaços frescos de cebola picada. O resultado é o mesmo.

 

Isabela Teixeira da Costa

 

Fonte: tuasaude.com; melhorcomsaude.com; remediocaseiro.com

Cuidado com os cabelos

cabeloCuidar dos cabelos nunca é demais, mas faça isso da forma correta.

Já falei aqui, diversas vezes, que os cabelos são a moldura do rosto e, para a mulher, o cabelo faz parte da autoestima. Por isso, cuidarmos desse nosso complemento é tão importante.

Os cuidados adequados para cada tipo de cabelo são fundamentais. Isto não significa gastar fortunas em produtos, absolutamente, existem inúmeras “formulas” caseiras para tudo que é necessário fazer com nossas madeixas. O que importa é que fiquem fortes e bem tratadas, é sinal de beleza e saúde.

Infelizmente, a coisa mais difícil é a mulher estar satisfeita com o cabelo que tem, e por causa dessa constante insatisfação vive atrás de todas as novidades que aparecem no mercado, sem antes saber quais os malefícios que podem trazer a longo prazo.

Há dez anos, surgiu a escova progressiva, método de alisamento, redução de volume dos cabelos e diminuição do frizz.  Literalmente fez a cabeça das brasileiras. Porém, desde 2009, a Anvisa proibiu o uso excessivo do formol, substância utilizada no procedimento para alisar os cabelos. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a recomendação é de que a concentração de formal não ultrapasse 0,2%.  O problema é que muitos salões de beleza ainda insistem em usar o componente em suas fórmulas de alisamento, porque o formal é o responsável pela impermeabilização dos fios, que garante quatro meses de cabelo liso, sem preocupação.

A médica Cristiane Câmara Alves explica que o produto pode causar irritação, coceira, queimadura, inchaço, descamação e vermelhidão do couro cabeludo; queda de cabelo; ardência e lacrimejamento dos olhos; alergias; dores de barriga, enjoos e até casos mais graves. ‘’O formal não deixa a oleosidade natural da raiz chegar às pontas e nem que os nutrientes necessários para a saúde capilar e a água penetrem os fios, fazendo com que o couro cabeludo sofra irritações. Além disso, ele retira toda a queratina e proteção dos fios, resultando na queda capilar’’.

Segundo a médica, o uso do formal está entre as principais causas de queda capilar. A Calvície, segundo a Sociedade Brasileira para Estudo do Cabelo (SBEC), já atinge 42 milhões de brasileiros entre homens e mulheres. O estresse, a hereditariedade, a genética e a testosterona, hormônio sexual masculino são algumas das causas.  ‘’Fuja de fórmulas mágicas, pois não existem’’, diz Cristiane.

Muita gente diz que usar boné ou chapéu diariamente faz os cabelos caírem. A médica garante que isso é mito. “O uso de boné ou chapéu não faz os cabelos caírem, mas pode agravar doenças como dermatite seborreica (caspa) em pessoas que os utilizam por longos períodos, diariamente. Bonés e chapéus aumentam a oleosidade do couro cabeludo, que contribui para a queda do cabelo”, explica.

A médica explica que não há necessidade de lavar os cabelos diariamente, porém a boa higienização do couro cabeludo reduz a queda de cabelos.  Manter os cabelos sujos obstrui os poros e aumenta a oleosidade do couro cabeludo. Com a lavagem, apenas os fios soltos costumam cair.

O estresse é um grande vilão e realmente ajuda na queda capilar. “Após traumas emocionais ou físicos, pós-parto, interrupção do uso de pílula ou de reposição hormonal, infecções, doenças da tireóide, deficiências nutricionais ou dietas muito restritivas, pode ocorrer uma queda intensa de cabelo, denominada eflúvio telógeno”, conta Cristiane.

Cabelo não acostuma com xampu, o que ocorre é que os produtos deixam resíduos e têm cabelos que se adaptam melhor a algumas substâncias, por isso, quando se troca de produto, os resíduos deixados pelo anterior são eliminados, melhorando o aspecto do cabelo. O uso de secador e chapinha em excesso podem causar danos térmicos aos fios do cabelo, provocando a perda de brilho e ressecando as pontas.

Existe uma queda de cabelo natural em média de 100 fios por dia, e isso não danifica o volume de cabelo da pessoa. Se for muito maior do que isso, o ideal é procurar um médico.

Dicas para evitar a queda de cabelo

  • Lavar os cabelos pelo menos duas vezes por semana. Não é necessário lavar todos os dias, a menos que tenha os cabelos muito oleosos. O ideal é lavar sempre que os cabelos estiverem sujos, e este tempo varia de pessoa para pessoa;
  • Investir numa alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais, pois isto vai ajudar a fortalecer a raiz do cabelo, restringindo a sua queda;
  • Enxaguar muito bem os cabelos, retirando todo o xampu e o condicionador. Evita a oleosidade da raiz, e a queda de cabelo;
  • Desembaraçar os cabelos ainda no banho quando passar o creme ou condicionador, começando o processo pelas pontas, deixando a raiz por último;
  • Só prender os cabelos quando estiverem bem secos, do contrário a raiz pode sofrer danos, favorecendo a queda.
  • Não se estresse e pratique exercício físico com regularidade, assim a circulação sanguínea melhora e consequentemente os cabelos ficam mais fortalecidos e resistentes à queda.

Amanhã darei umas receitas caseiras para ratar dos cabelos.

Isabela Teixeira da Costa

Cabelo precisa de cuidado no inverno

cabelosecoAs baixas temperaturas do inverno afetam os cabelos, e por isso precisam receber cuidados especiais.

Como já disse algumas vezes aqui, o cabelo é a moldura do rosto. Ele arremata o conjunto, embeleza a pessoa. Não importa se for liso ou anelado, curto ou comprido. Cada um combina muito bem com seu dono. Foi feito sob medida por Deus. O importante é estar bonito, bem tratado, com brilho.

No inverno, tomamos banhos mais quentes e a alta temperatura da água retira o óleo do couro cabeludo, que é a proteção natural dos fios. O cabelo1cabelo fica ressecado, quebradiço, com pontas duplas. Nosso corpo é muito inteligente, entende que precisa repor a ausência de oleosidade e assim os cabelos podem ficar com aspecto engordurado.

Outro problema é a falta de sol, que somada às baixas temperaturas provocam contração nos folículos capilares. A consequência é uma queda maior do cabelo e redução do seu crescimento.

Para evitar todos esses probleminhas devemos tomar alguns cuidados:

  • Por causa do frio não suamos tanto, os cabelos ficam cheiroso por mais tempo e por essa e outras razões demoramos mais tempo para lavar os cabelos. Não faça isso, lave os cabelos com a mesma regularidade. Use um shampoo e condicionador de boa qualidade, de acordo com seu tipo de cabelo.
  • Escolha condicionadores e cremes mais leves e produtos sem enxague. Como expliquei no início, a tendência é o cabelo ficar mais oleoso no inverno, por isso é importante o cuidado na hora da escolha dos cremes.
  • Quando lavar os cabelos, massageie o couro cabeludo. A circulação e oxigenação estarão ativas e ocorre o aceleramento no crescimento dos fios.
  • Tente lavar os cabelos com água morna. No inverno aumentamos a temperatura da água, na hora do banho. A água quente desidrata os fios, aumenta a queda e provoca uma descamação o couro cabeludo que pode ser confundida com caspa.
  • O cabelo é formado por escamas e a água quente abre essas escamas, o que tira o brilho do cabelo. Hidratação é a melhor opção para manter os fios saudáveis no inverno, se possível, quinzenalmente. Mas ela deve ser feita o ano inteiro.
  • Outro fator de queda dos cabelos se dá porque no inverno nos alimentamos de comidas mais gordurosas e porque nosso sistema imunológico fica mais fragilizado com o frio.
  • Também diminuímos a injestão de líquidos, e isso reflete nos cabelos, enfraquecendo os fios. É muito importante bebermos bastante líquido diariamente, o ano todo.
  • O ar muito quente do secador enfraquece os fios. Antes de secar o cabelo aplique um protetor térmico ou reparador de pontas para proteger os fios.
  • Não durma com o cabelo molhado. Ele fica úmido, fraco e quebradiço.
  • Evite usar chapéus, boinas, lenços e gorros em excesso. Isso aumenta a oleosidade do cabelo e pode provocar o surgimento de fungos e bactérias no couro cabeludo.

Isabela Teixeira da Costa